Inscreva-se para receber novidades em seu E-mail

Dicas para o Planejamento Pessoal de um ano de sucesso.

Luiz Pimentel

Publicitário, Coach e professor. Trabalhou em diversas agências de propaganda como diretor de arte por mais de 10 anos. Como Coach atua no desenvolvimento pessoal e profissional de jovens e profissionais criativos. Professor nos cursos de Publicidade e Propaganda e Design Gráfico na Faculdade SATC em Criciúma/SC. MBA em Marketing com foco no relacionamento dos clientes. Fundador do projeto LAB(R)Evolution que busca o desenvolvimento de pessoas através da difusão do conhecimento.

Fala galera, tudo bem? Aqui tudo ótimo! Eis que me deparo com o tema para a minha primeira postagem deste ano, e nada mais justo do que começar falando sobre Planejamento Pessoal. Nesse caso vamos entender que planejamento pessoal engloba também a parte profissional (carreira). Bóra começar?

 

A primeira coisa que precisamos entender sobre Planejamento Pessoal é que ele é essencial para que tenhamos sucesso nos nossos empreendimentos e na vida. Quem não planeja a própria vida, está fazendo parte do planejamento de alguém, faz sentido? Visualizar a nossa vida, o que queremos construir ao longo dos anos não é uma atividade muito fácil eu admito, e nem somos estimulados a fazer isso culturalmente, mas é essencial para que tenhamos reconhecimento e motivação em tudo o que fazemos. Planejar é traçar estratégias para conquistar os nossos sonhos, sejam eles de curto (12 meses), médio (5 anos) e longo prazo (10 anos ou mais). Você já tinha parado pra pensar sobre isso alguma vez? E quais os seus objetivos a curto, médio e longo prazo?

Vou ensinar pra vocês como planejar para curto prazo, mas a fórmula serve para médio e longo prazo também.

planejamento pessoal áreas da vida

 

1) Comece seu planejamento pessoal pelos OBJETIVOS

É simples, ao iniciar o seu Planejamento Pessoal tenha objetivos bem definidos em cada área da sua vida (família, amigos, profissão, financeira, saúde, lazer, estudos, casa e lar, dentre outros). Defina pelo menos um objetivo para cada área e detalhe cada um deles o máximo que puder. “Eu quero ter sucesso profissional, e ser respeitado no mercado” é uma meta muito vaga, pode ser o início mas você precisa detalhar mais. Quanto mais detalhado for, mais o seu cérebro irá entender que é possível alcançá-la e irá trabalhar a seu favor para chegar lá.

Qual o tipo de empresa você irá trabalhar se tiver sucesso? Que tipo de profissional você vai ser? Qual o salário desse profissional? Quais os sentimentos ele tem ao trabalhar? Ele gosta do que faz? (etc, etc) não é tão fácil fazer esse tipo de escolha, mas é preciso para podermos traçar estratégias realmente eficientes para o nosso planejamento. O exemplo acima ficaria: “Em janeiro de 2017 eu quero estruturar a minha empresa de coaching, faturando mais de 30 mil reais por mês, atendendo 10 clientes fixos por mês, me sentindo realizado todos os dias por ajudar as pessoas a se desenvolverem tanto na vida pessoal, como nas suas profissões.” Já ficou bem mais detalhado não é? E quanto mais eu for detalhando mais fácil fica de visualizar esse objetivo. Se conseguir visualizar pelo menos 3 OBJETIVOS bem claros, já está bom para começar.

 

2) Divida essa meta em pequenas partes

Essas partes serão as suas metas. Você sabe a diferença entre metas e obstáculos no seu Planejamento Pessoal? As metas são etapas que você tem que cumprir para chegar ao seu objetivo. Os obstáculos são impedimentos que impedem você de chegar lá. Se você mantiver a visão de seus objetivos de forma bem clara e definida, você vai entender que até mesmo um obstáculo pode ser transformado em meta. Metas são essenciais, são os indicadores de que você está chegando ao destino traçado. Se eu tracei como objetivo “Acumular em minha poupança 25 mil reais até janeiro de 2017”, eu posso dividir o valor em 12 vezes e definir como meta mensal depositar R$2.080,00 na poupança. Cumprindo essas 12 etapas eu conseguirei atingir meu objetivo no final do ano.

planejamento pessoal mapa mental
Um mapa mental pode te ajudar a visualizar a sua vida

3) Crie estratégias para alcançar suas metas

Essa é a parte do Planejamento Pessoal em que você vai definir de que forma irá trabalhar durante o ano para concretizar os seus planos. Por exemplo, na meta financeira citada no exemplo acima, eu posso escolher fazer trabalhos extras ou até mesmo deixar de comprar ou gastar com coisas desnecessárias para atingir a minha meta mensal. É a parte aonde você vai utilizar a sua inteligência para criar sistemas e processos que te ajudem a chegar lá. A estratégia normalmente inicia com o primeiro passo para se chegar lá. Faça a seguinte pergunta: Para alcançar a minha meta, qual o primeiro passo?

 

Mais um exemplo meta para Planejamento Pessoal:

Objetivo:

“Emagrecer 10 kg, ficar em forma e condicionado físicamente para correr 7km por dia, até janeiro de 2017”

 

Meta Estratégia Até quando?
Alimentação Saudável Procurar uma nutricionista e começar uma dieta 10 de Fevereiro
Praticar exercícios 3x por semana Procurar uma academia e me matricular 15 de Fevereiro
Iniciar os treinos de corrida diários Completar 3 km até 10 de Março

 

 

4) Crie o seu plano de ação

Agora é a parte da mão na massa um bom Planejamento Pessoal é feito de ações. Você vai encaixar as tarefas de cada estratégia, para os dias da sua semana e as suas atividades diárias. É simples, mas não é fácil, demanda uma metodologia de organização de tempo, mas você pode começar por uma simples agenda mesmo. Se você colocou como meta iniciar os treinos de “corrida diários” eles serão todos os 7 dias da semana, mas ainda assim é preciso definir quais os horários eles serão praticados. Além disso qual o local ele vai ser e quanto tempo irá durar (pode ter outras pessoas com você também).

Definindo tudo isso você vai colocar na sua agenda semanal e cumprir essa tarefa. Simples? No exemplo acima ficaria: De segunda a sexta as 19h até as 20h no parque da cidade. Uma dica é planejar a sua semana com as atividades diárias, e ir distribuindo de acordo com os seus horários e disponibilidade. Outra dica importante é destacar as tarefas importantes pra semana começando sempre pelas prioridades. Olhar o plano geral antes de detalhar é importantíssimo.

Steven Covey mostrando como se gerencia o tempo de forma eficaz.

 

Agora é com você, quais os seus objetivos para 2016? Comece a planejar a partir de agora e vá trabalhando durante o ano para conquistar tudo o que você quiser. Para dar uma ajudinha , estou disponibilizando um PLANEJADOR SEMANAL em PDF para quem gosta de escrever e deixar sempre disponível na mesa as suas tarefas semanais. É só clicar no link para fazer o download.

Se tiver dúvidas pode entrar em contato comigo, ou deixar o comentário logo abaixo, ficarei feliz em trocar uma ideia com certeza!

 

Vou ficando por aqui, desejo um ótimo ano e muito sucesso pra todos nós em 2016

 

Abraço!

 

Gostou do que leu?

Cadastre-se para receber novos conteúdos do Blog!


Publicitário, Coach e professor. Trabalhou em diversas agências de propaganda como diretor de arte por mais de 10 anos. Como Coach atua no desenvolvimento pessoal e profissional de jovens e profissionais criativos. Professor nos cursos de Publicidade e Propaganda e Design Gráfico na Faculdade SATC em Criciúma/SC. MBA em Marketing com foco no relacionamento dos clientes. Fundador do projeto LAB(R)Evolution que busca o desenvolvimento de pessoas através da difusão do conhecimento.

© 2016 Mova Design. Todos os Direitos Reservados.

Top