Inscreva-se para receber novidades em seu E-mail

Tudo o que você precisa saber sobre Startups de sucesso – Parte #2

Otavio Schlickmann

É formado em Design Gráfico e tem 24 anos. Atualmente se mantém focado na construção de conteúdo inteligente para a web. Viciado em internet e extremamente curioso, adora entender como tudo e todos funcionam, mas também gosta de ler, assistir séries e ouvir música.

Começar um empreendimento requer muito mais do que vontade. Construí-lo demanda tempo, preparo, paixão, empenho e com certeza uma dose de ousadia. Quando o assunto é startups, toda essa logística e persistência precisa ser ainda mais decisiva, mais focada.

startup-empreendedorismo-design-cowork_798-x-350

Olá pessoal, estamos aqui com a segunda parte do post sobre startups de sucesso, lembrando que ele é continuação do “Tudo o que você precisa saber sobre as startups de sucesso. Parte #1”. Se você não leu ainda, leia, pois é uma parte importante do conteúdo que daremos seguimento hoje. (Clique aqui para ler o artigo).

Bom, já vimos o que é uma startup, vimos também que SIM, vale muito a pena você dedicar-se à construção da sua, e que mesmo a ideia mais simples do mundo, como vender bolinhas de gude online, pode render um faturamento legal.

No entanto, por onde eu começo?

A decisão está realmente tomada?

Se você veio até aqui, eu acredito que a resposta seja SIM. No entanto sempre é bom perguntar, você realmente está disposto a investir tempo, preparo e paixão na sua startup?

Vale lembrar que você terá MUITO TRABALHO, principalmente se você já trabalha em outra empresa. Nesse caso o seu dia não termina após sua jornada na empresa X. O futebol e o churrasco de domingo, terão que deixar de ser prioridade e é bem provável que você não durma mais 8 horas por noite como está acostumado.

Se é realmente isso que você deseja, então vamos lá!

Qual o primeiro passo para montar uma startup?

“Oportunidade – É importante identificar uma grande oportunidade de mercado, pois sem uma grande oportunidade você atuará num oceano vermelho que é extremamente competitivo.”Stefan Schimenes, Cofundador da Cazamba

Além disso será necessário que você faça uma auto avaliação, liste suas características, qualidades e defeitos. É  necessário uma autoanálise para verificar se o empreendedor possui as competências necessárias para atuar no mercado identificado. Caso não possua, não desanime, pois você não estará sozinho!

Tenha um ótima equipe:

tenha-time-equipe-parceiros_798-x-299

Exatamente. Você vai precisar um time preparado caso queira começar a sua. É muito improvável ter sucesso fazendo tudo sozinho, até porque, você certamente não terá tempo suficiente (e nem o perfil completo) para executar todas as tarefas.

“Time completo – Normalmente a gente costuma dizer que uma startup tem um cara bom de vendas, outro de tecnologia e outro de visão. O que não pode existir é uma startup de um homem só.”Pedro Waengertner, Cofundador da Aceleratech

Uma equipe capacitada é sinal de que a startup pode se adaptar caso sua ideia inicial vá por água a baixo. Nesse caso você começa a ter metas confusas e vai precisar moldar o seu negócio conforme o mercado.

Portanto, escolha a dedo as pessoas que farão parte da sua equipe, pessoas com habilidades diversas, programadores, engenheiros, designers, enfim, selecione as habilidades que julgar necessário.

Lembre-se: Ninguém sabe tudo! Você certamente também não. Portanto saiba diagnosticar as qualidades que faltam em você e também no seu time, encontre-as e as traga para a equipe.

Além disso, investidores Anjo (que falaremos para frente) vão querer saber de pegada, se sua startup possui ou não, um excelente time.

Resultados

Obter resultados, fará com que você e sua equipe se mantenham no mercado, no entanto, obter resultados com pouco ou quase nenhum recurso, aumentam e muito a chance de sucesso do empreendimento. Os investidores procuram pessoas que são capazes de fazer sem ficar encontrando entraves – “Estamos com pouca verba” – “Falta de pessoal especializado”, entre outros.

Além disso, é simples de imaginar: se a startup rendeu tanto sem investir, imagina o sucesso que ela fará quando os investimentos começarem a surgir!

Inovação

Ter ideias novas é a base das startups. No entanto, os projetos que têm muito sucesso são aqueles cujas ideias são baseadas em problemas. A resolução destes problemas de forma inusitada é o que irá garantir a inovação necessária ao projeto.

As pessoas buscam algo ou alguém que irá resolver todos os problemas de sua vida. A verdade é que não gostamos de passar trabalho, no entanto, poucos se disponibilizam a fazer diferente, a quebrar paradigmas.

Portanto, defina muito bem sua proposta de valor, apresente-a ao seu público, demonstre que você está fazendo tudo isso, não para lucrar, mas sim para resolver algo que o incomoda (e que muitas vezes ele nem se dá conta). Mostre que você está quebrando padrões e lembre-se, você não precisa reinventar a roda para isso, comece com ideias pequenas, que as grandes surgem naturalmente.

“Valor Social – A principal motivação é a de construir algo para a sociedade que agregue valor. Um sentimento de que de alguma forma consegue contribuir para uma sociedade melhor.”Stefan Schimenes, Cofundador da Cazamba

Tenha foco.

tenha-foco-garota-estudando-estudo_798-x-350

Muitas pessoas consideram esta a dica mais importante, e eu já lhes adianto, ter foco é extremamente difícil.

– Como assim? Claro que não é difícil ter foco, basta se concentrar e tudo certo!

Vamos a um teste rápido, você por acaso notou o vídeo que eu coloquei ali em cima antes das dicas?

Não?

Então… Você realmente não o viu, pois não existe vídeo algum, mas posso lhe garantir que muitas pessoas que estão lendo isso agora, voltaram a página para vê-lo.

Na realidade não há problema algum nisso, você só acaba de descobrir que precisa ser mais focado nas suas atividades. Comece evitando fazer várias coisas ao mesmo tempo, pode ser que você seja mais produtivo dessa forma, no entanto, a chance de errar aumenta.

Mercado

Saber se o negócio possui mercado é sempre uma boa pedida. Não adianta sua ideia estar maravilhosamente pensada e resolver todos os problemas do mundo se você não tiver mercado/pessoas interessadas nela.

Melhor ainda é se você puder trabalhar onde não tenha concorrência, dessa forma você pode crescer e fazer o que quiser no seu tempo.

Portanto, analise a concorrência, o público-alvo, veja quem está comprando determinado produto/serviço, explore possibilidades, faça pesquisas.

Quando mais conhecer sobre seu mercado de atuação, mais chances de sucesso terá.

Contatos

Ter uma rede de contatos, auxilia na velocidade como as coisas acontecem. Não me refiro somente a parte financeira, mas bons contatos irão te direcionar ao próximo passo. Irão ajudar você a descobrir o melhor caminho para chegar no seu objetivo final, seja ele qual for.

Uma boa prática é ter pelo menos um mentor (uma espécie de consultor), que já trabalhe no seu ramo de atuação, mas que não seja concorrente.

Nessa hora você me pergunta, isso é possível? Sim, digamos que o seu negócio seja local, e que a empresa X não venda os produtos dela aqui, você pode muito bem pedir auxilio ao diretor, por exemplo.

Ou então, caso não enxergue desta forma, você pode procurar um profissional de áreas afins, que também entenda sobre o seu negócio, pois, a grande maioria dos problemas que você vai enfrentar ele provavelmente já superou.

Como posso atrair investidores?

Não iremos entrar nesse assunto profundamente, pois nesse caso precisaríamos de uma “parte 3” para poder explicar todas as formas de atrair os investidores. No entanto, o vídeo abaixo, do olhar digital, vai falar um pouco mais sobre as formas de investimento que você pode conseguir, e tem um “bônus” que quase passou despercebido! Mas primeiro, vamos ao vídeo:

Então, conseguir investimento é ótimo, mas não fique tão preocupado com isso agora, por enquanto, pague suas contas e caminhe com as próprias pernas. Lembra do que falamos lá em cima? Se uma startup funciona sem investimento algum, imagine quando começar a tê-lo. Após estruturar uma proposta sólida e obter alguns resultados, os investidores aparecerão naturalmente, e caso isso não aconteça, você terá tempo para ir atrás deles. No momento mantenha o FOCO, você vai precisar.

E o bônus?

Agora sim! Não sei se você notou no vídeo, mais foi comentado que há no Brasil, isenção de impostos por 2 anos para as startups! Fiquei muito curioso quando ouvi sobre isso e resolvi fazer uma pesquisa rápida no Google, e o resultado me surpreendeu muito!

O Senado realmente aprovou em 2012 uma lei que determina o seguinte:

§ 1º A inscrição no SisTENET implica a isenção total e temporária do pagamento de todos os impostos federais, estaduais e municipais.Senado

SisTENET significa, Sistema de Tratamento Especial a Novas Empresas de Tecnologia. Em resumo o Governo abona todos os impostos citados anteriormente por pelo menos 2 anos, caso a sua startup ainda se enquadre nos requisitos, você poderá prorrogá-la por mais 2 anos, e o melhor, tudo dentro da lei! Bem legal né?

Fácil assim? Quase…

Para ter direito ao benefício, você precisa cumprir 2 pré-requisitos, são eles:

– A empresa deverá ter uma receita bruta trimestral igual ou inferior a R$30.000,00 (trinta mil reais) durante o período de vigência de sua inscrição

– A empresa deverá ter no máximo 4 (quatro) funcionários contratados.

 

Bom, acredito que, mesmo com os 2 pré-requisitos, isso vai ajudar muita gente! Afinal, começar com algo, é melhor que começar sem nada, certo?

Se você quiser mais informações sobre o benefício, é só clicar aqui, (Senado.org) ou aqui (PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 321, DE 2012)

 

Por fim, com esses passos alinhados o resultado com certeza será o sucesso!

 

Ufa! Me estendi novamente… Com essa parte finalizamos o artigo sobre startups, mas espero que você possa aproveitar e começar ainda hoje a pôr em prática tudo o que você viu por aqui.

Se você quiser, podemos continuar essa conversa e trocar ainda mais informações sobre startups, basta deixar um comentário no post ou então mandar um e-mail pra gente: oi@movadesign.com.br. Ficaremos felizes em trocar experiências!

Caso tenha gostado do artigo, compartilhe-o nas redes sociais.

Um grande abraço e até a próxima!

 

Referências: Pequenas Empresas, Grandes Negócios, PEGN – Globo.com, Startupi, Exame.

Gostou do que leu?

Cadastre-se para receber novos conteúdos do Blog!


É formado em Design Gráfico e tem 24 anos. Atualmente se mantém focado na construção de conteúdo inteligente para a web. Viciado em internet e extremamente curioso, adora entender como tudo e todos funcionam, mas também gosta de ler, assistir séries e ouvir música.

© 2016 Mova Design. Todos os Direitos Reservados.

Top